Representação Simbólica da Mulher Bissexual e Lésbica na Música Brasileira

Por Fernanda Coelho Falar em representação simbólica da mulher na música, é falar de violência simbólica, da perpetuação de um sistema opressor agindo sobre nós de modo suave, insensível e invisível, partindo de um conceito de Pierre Bourdieu. Ela é como um inimigo fantasmagórico que nos acompanha desde a mais tenra infância, desde as memórias…

POR QUE TODAS PRECISAMOS DA VISIBILIDADE TRANS?

Lugar de fala: O Coletivo BIL é um Coletivo de Mulheres Bissexuais e Lésbicas. Entendemos que mulheres são as pessoas que se autoidentificam deste modo. Não possuímos, no momento, nenhuma integrante bissexual ou lésbica que seja transexual, por isto o texto abaixo escrito em prol da visibilidade trans, deve ser lido e entendido como ponderações…

Direito ao nome social no cartão do SUS, um direito incompleto

A cidadania das pessoas LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais) ainda não se efetivou. Embora a Constituição da República Federativa do Brasil garanta o direito à igualdade, à dignidade e à não discriminação, ainda não vivemos em uma sociedade que respeite tais premissas. Neste sentido, as pessoas trans muitas vezes vêm desrespeitado seu direito…